A Guerra Híbrida através dos Ciberataques


Neste momento da História, a Ucrânia está sendo invadida pela Rússia. Em 2022, o cenário bélico está diferente porque junto com a guerra convencional e triste, estamos observando o avanço da guerra cibernética. Estamos diante de uma guerra híbrida em que operações militares se somam à ciberataques. O grande modelo de guerra do século XXI. E um fator importante das guerras do século XXI é a capacidade de desalinhar o fluxo de dados do adversário através da invasão a sistemas, como segurança pública, saúde e defesa. E nós da Nível 3 Tecnologia e Inovação, como especialistas em segurança cibernética, estamos acompanhando os desdobramentos desta ação com muita atenção. Sites do governo ucraniano ficaram fora do ar nos últimos dias. Embora isso já cause grandes transtornos e problemas, é só o início do que pode ser feito via ataques cibernéticos. Criar um cenário de caos é a consequência dos ciberataques, interrompendo sistemas, tendo acesso a dados e informações, paralisando internet, telecomunicações, energia. A Rússia vem se preparando para isso há quase uma década, desde a anexação da Crimeria em 2014, período em que foram criados backdoors nas partes críticas das infraestruturas da Ucrânia. Ressaltando que em 2017, a Ucrânia passou por um notório ataque cibernético interrompendo grande parte do país e setores da economia. Na ocasião, foi possível desativar um monitoramento da radiação da usina de Chernobyl. Isso deixou uma mensagem muito clara: sistemas e infraestrutura de TI estão vulneráveis. A Rússia se preparou não apenas para os ataques cibernéticos, mas também desenvolveu sua capacidade cibernética defensiva. Ela, de fato, vem se preparando para uma guerra cibernética e é claramente capaz de resistir a ataques cibernéticos sofisticados, como com o Anonymous, em que pouco se arranhou a imagem do país. A probabilidade é que a Rússia esteja cercando geograficamente o seu ciberespaço e implantando o que o mundo especulava há anos: a desconexão da sua infraestrutura mais crítica da internet. Se o seu sistema é hackeado, restaurá-lo requer uma grande intervenção capacitada e habilidosa. É preciso lembrar que também é uma ação bastante dispendiosa. As grandes lições que um empresário pode tomar deste infeliz episódio da História são: - Dados são o maior ativo do século XXI - Investir com seriedade em segurança de dados - Investir em estrutura de TI - Ter a tecnologia como a maior estratégia de crescimento e sucesso do seu negócio. Em uma Era de Transformação Digital, investir em TI é a ação mais valiosa que se pode fazer para ser forte e bem sucedido. E a Nível 3 TI pode te ajudar. Nós temos uma solução inteligente para alavancar o seu negócio e reduzir seus custos com TI. Fale com a N3 e saiba mais. 💻 nivel3ti.com.br 📱32 99810.0411

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo