AFINAL, O QUE É BRANDING?




Como incorporar a Gestão de Marca (Branding) numa empresa? Este é um grande desafio! Muitas empresas estão ouvindo o termo “branding” por aí e decidem contratar profissionais de Marketing para executá-lo.


Branding não é Marketing. Branding é maior que Marketing. Branding não é identidade visual (cores, logos, fontes...). É Gestão de Marca. Engloba todos as decisões estratégicas e as respectivas ações que uma empresa precisa tomar para garantir que a marca se configure como um ativo capaz de transmitir os conceitos desejados para a marca.


E num cenário de marcas tão genéricas, o Branding é a melhor aposta para sua empresa se destacar no mercado. E aí sim, com um Branding Forte, a sua empresa pode recorrer ao Marketing para divulgá-la.


É isso que diz o maior livro de Branding do mundo: Branding – Gestão de Marca da Kellogg School of Management (maior universidade de negócios do mundo)


Branding é viver a marca dentro da empresa e está sob a responsabilidade de todos os envolvidos pela entrega da promessa da marca ao mercado consumidor, ou seja, toda a cadeia de suprimentos - desde o desenvolvimento do produto/serviço, produção, distribuição, passando pelos setores de marketing, vendas, e pós vendas. Tudo com muito esforço para cumprir a promessa da marca. Assim, a Marca passa a ser o planejamento estratégico do negócio.


Branding é entregar ao cliente uma experiência altamente satisfatória e com alto nível de desempenho.


O Branding bem feito é visível a todos: podemos citar Starbucks, Nike, Coca-Cola, Apple e outras marcas.


Para deixar de ser genérica, é preciso que o Marketing apoie seus esforços em Branding, que é elaborado pelos Estrategistas & Gestores de Marca (profissionais responsáveis por construir, comunicar e alavancar marcas)


Essa é a nossa dica de livro: BRANDING – GESTÃO DE MARCA dos organizadores Alice M. Tybout & Tim Calkins

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo