top of page

STORYTELLING COM DADOS




Embora a tecnologia tenha expandido nosso acesso e a proficiência em ferramentas para trabalhar com dados, ainda há lacunas nas habilidades. Muitas pessoas confiam muito nas ferramentas e esquecem de trabalhar as suas habilidades. É aqui que a autora transita durante todo o livro: nas habilidades.

Há uma história em seus dados. Você sabe disso? Em qualquer dado há uma história.


6 lições de como você pode contar histórias com dados:

1- Entenda o contexto;

2- Escolha uma apresentação visual adequada;

3- Elimine a saturação;

4- Foque a atenção onde você deseja;

5- Pense como um designer;

6- Conte uma história.


As formas de apresentar os dados através de gráficos e os detalhes do visual, destacando as diferenças de cada um deles, também são muito exploradas pela autora.


A atenção do público e a forma como trabalhamos a entrega dos dados são mostradas pela autora sob o ponto de vista da memória. Os tipos de memória: icônica, de curto prazo e longo prazo. Ela apresenta exemplos de como atingir o público sob a ótica de cada tipo de memória. Afinal de contas o que vale mesmo é o que ficará na cabeça das pessoas depois da apresentação.

Pense como um designer. O princípio do design de produtos tem aplicação clara na comunicação com dados. A autora explora esse ponto demonstrando que você não precisa ser um designer para atrair a atenção com a sua comunicação com os dados, mas você pode pensar como ele. E até deve fazer isso.


Ela mostra no livro quais estratégias podem ser aplicadas para obter melhor atenção do público dentro dessa visão, baseando-se em três pilares: possibilidades, acessibilidade e estética. Busque conhecer mais sobre esses pontos. Vai fazer toda a diferença pra você.


Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page